Portugal - Dicionário
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
 
Entrada > Dicionário > S > Sousa, Manuel Caetano de
 

Sousa (Manuel Caetano de).

n.    1738.
f.     1802.

 

Arquitecto. 

N. em 1738, e fal. no Paço em 1802. 

Era filho e discípulo de Caetano Tomás. Por morte de Mateus Vicente sucedeu no lugar de arquitecto da Casa do Infantado, e pela de Reinaldo, foi nomeado arquitecto das obras públicas, e teve patente de coronel de artilharia. Foi ele que reedificou a igreja paroquial da Encarnação, a de S. Domingos, a capela da Bemposta, fez vários palácios, entre eles o de Domingos Mendes, e a torre da capela real da Ajuda, etc. Fora agraciado com o hábito da ordem de Avis. Por ocasião das grandiosas festas que se celebraram em Lisboa em 1795, em honra do nascimento e baptismo do príncipe da Beira, D António, foi ele quem ideou e dirigiu o anfiteatro construído no Terreiro do Paço para as corridas de touros. Nas Memorias historicas, de Inácio Sousa Meneses, relativas ao assunto a pág. 61 e seguintes da parte II, vem uma ampla descrição desse anfiteatro. Pina Manique presenteou-o com uma generosa e preciosíssima oferta, que o cronista não específica. Manuel Caetano de Sousa foi mestre de seu filho Francisco António de Sousa, que lhe sucedeu nos lugares que exercera.

 

 

Transcrito por Manuel Amaral

 

Portugal - Dicionário Histórico, Corográfico, Heráldico, Biográfico, Bibliográfico, Numismático e Artístico, Volume VI, pág. 1059.

Edição em papel © 1904-1915 João Romano Torres - Editor
Edição electrónica © 2000-2010 Manuel Amaral