CRONOLOGIA DA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL 

Carro de combate alemão
Peça de assalto alemã em acção

1942

Janeiro

1. A Declaração das Nações Unidas é assinada por 26 países em Washington, capital dos Estados Unidos da América.

2. O Japão ocupa Manila, capital das Filipinas. A Grã-Bretanha, os E.U.A., a União Soviética, a China e outros 22 países obrigam-se a não assinar a paz separadamente.

9. Forças da União Soviética reocupam partes da província de Smolensk .

10. O comando ABDA é criado tendo como comandante o general Wavell.

11. Os japoneses entram em Kuala Lumpur, capital da Malásia.

13. A Conferência dos governos aliados realizada em Londres, declara a sua intenção de punir os criminosos de guera.

16. O Japão invade Burma a partir da Tailândia. Perdas pesadas dos Estados Unidos na Península de Bataan.

20. A «Conferência de Wannsee» dirigida por Heinrich Heydrich decide a «Solução Final do Problema Judeu».

23. Os japoneses desembarcam em Rabaul, Kavieng e Balikpapan. Os Russos conseguem romper as linhas alemãs entre Smolensk e o Lago Ilmen. A Austrália pede reforços militares de ajuda à Grã-Bretanha e aos Estados Unidos devido ao perigo de uma invasão japonesa.

28. As forças do comando do general soviético Timoshenko avançam para a Ucrânia. O general alemão Rommel captura Benghazi, no Norte de África.

30. As forças britânicas recuam para Singapura.

 

Fevereiro

2. O 8.º exército britânico estabiliza a frente no Norte de África na linha Gazala - Bir Hakeim.

3. Os japoneses começam os ataques aéreos a Porto Moresby, na Nova Guiné.

4. O Japão exige a rendição incondicional de Singapura. O general alemão Rommel captura Derna, no Norte de África. Beaverbrook, o magnata inglês da imprensa, é nomeado ministro da Produção.

5. Chegam reforços britânicos a Singapura.

7. Os japoneses desembarcam em Singapura.

8. Albert Speer, arquitecto das grandes obras de Hitler, sucede ao Dr. Todt, na Organização Todt, organismo militarizada de engenharia e construção civil alemã.

Em Portugal:
Óscar Carmona é reeleito Presidente da República.

9. Os japoneses tomam Martaban, e desembarcam em Makassar.

12. Os navios de guerra alemães Scharnhorst, Gneisenau e Prinz Eugen conhecem sair do porto  francês de Brest sem serem descobertos pelos ingleses.

15. Singapura rende-se. As baixas aliadas durante a campanha ascendem a 9.000 mortos e 130.000 soldados capturados.

19. Os japoneses invadem a ilha de Bali, nas Índias Orientais Holandesas, futura Indonésia, e bombardeiam a cidade australiana de Darwin.

20. Os EUA emprestam mil milhões de dólares à União Soviética.

21. Rommel lança uma ofensiva contra o 8.º exército britânico.

22. O general americano MacArthur recebe ordens de abandonar as Filipinas, sendo nomeado comandante-chefe das forças aliadas na Austrália.

25. Dissolução do Comando ABDA.

27. Batalha do Mar de Java. Uma força naval aliada é destruída pela marinha japonesa.

28. Os japoneses invadem Java.

28-29. Acção naval ao largo da Baía de Bantem. O navio de guerra britânico Exeter é afundado.

 

Março

5. O general britânico Alexander é nomeado comandante-chefe das forças militares em Burma.

9. Yamashita é nomeado comandante-chefe japonês nas Filipinas. O governo das Índias Orientais Holandesas capitula.

Em Portugal:
A Mocidade Portuguesa passa a controlar todas as organizações de juventude portuguesas não integradas na Acção Católica.

10. Stilwell é nomeadp comandante-chefe na China.

11. O general MacArthur deixa Corrigidor.

18. Lord Mountbatten, membro da família real britânica, futuro vice-rei da Índia, é nomeado Chefe das Operações Combinadas.

28-29. Raid de comandos britânicos ao porto francês de Saint Nazaire.

29. O governo britânico assegura à Índia, que lhe será dada o estatuto de Domínio após a guerra.

31.

Em Portugal:
O governo português protesta em Londres contra o bloqueio económico de Portugal pelas potências aliadas, devido ao facto de o país manter relações económicas com as potências do Eixo..

 

Abril

Em Portugal:
O governo cria a Defesa Civil do Território.

1. Os japoneses começam a desembarcar na Nova Guiné Holandesa.

3. Ataque massivo dos japoneses contra a última linha de defesa de Bataan.

5. Abertura do Congresso dos Povos Eslavos, que se realiza em Moscovo. Os cruzadores britânicos Dorsetshire e Cornwall são afundados pelos japoneses

9. Gandhi é preso. O navio britânico Hermes é afundado no Oceano Índico.

16. O Partido do Congresso indiano recusa os termos propostos pela Missão Cripps.

18. Uma missão da Força Aérea dos EUA, comandada pelo general Doolittle bombardeia Tóquio.

27. Roosevelt explica as grandes linhas da política económica de guerra.

29. Hitler e Mussolini reúnem-se em Salzburg.

30. As forças militares do Japão completam a conquista da região central de Burma.

 

Maio

1. Os britânicos evacuam Mandalay.

3. Forças britânicas desembarcam em Madagascar. Os japoneses desembarcam em Corregidor.

6. 11.500 homens da Guarnição de Corrigidor rendem-se.

7. Batalha do Mar de Coral: os japoneses perdem o porta-aviões Shoho.

8. Os Estados Unidos perdem o porta-aviões Lexington na Batalha do Mar de Coral. O general Manstein começa a ofensiva na Crimeia, provocando 150.000 baixas ao Exército Russo.

11. Abertura do Congresso Zionista em Washington, em que se discutirá a criação de um Estado judeu na Palestina.

12. A RAF, a força aérea britânica, abate treze aviões de transporte de tropas ao largo da costa do Norte de África.

13. Os russos lançam um forte contra-ataque na região de Kharkov, mas recuam na península de Kerch, na Crimeia.

15. Assinatura do acordo russo-japonês sobre a Manchúria e a Mongólia. Forças britânicas atravessam a fronteira burmo-indiana.

20. Os alemães capturam de novo a península de Kerch. Os japoneses tomam posições defensivas em Burma.

28. O Exército Alemão destrói numerosas forças russas perto de Kharkov. Batalha de blindados em Bir Hakeim, no Norte de África. O México declara a guerra aos países do Eixo.

29. Atentado à bomba contra o governador alemão da Boémia-Morávia, Heydrich, em Praga.

30. Primeiro ataque aéreo aliado com mais de 1.000 bombardeiros contra a Alemanha. O alvo: Colónia.

31. Combates ferozes no "Caldeirão" de Gazala.

 

Junho

4. Heydrich morre das feridas sofridas no atentado de 29 de Maio.

4-5. A Marinha de Guerra japonesa perde os porta-aviões Soryu, Akagi, Kaga e Hiryu na Batalha de Midway, os Estados Unidos perderam o Yorktown.

5. O Exército Alemão começa o cerco de Sabastopol, na Crimeia.

7.  Os alemães atacam Bir Hakeim, no Norte de África. Os japoneses invadem as ilhas Aleutas.

10. A aldeia de Lidice, na Checoslováquia, é destruída, em retaliação contra a morte de Heydrich. As Forças Francesas Livres retiram de Bir Hakeim.

13. O general Ritchie dá ordens para a retirada do 8.º Exército britânica.

14-30. Retirada da Líbia para o Egipto do exército britânico.

16. Um de dois comboios britânicos chega a Malta, após violentos ataques aéreos.

19. Churchill e Roosevelt reunem-se para discutir a abertura de uma segunda Frente e a bomba atómica.

21. Tobruk é conquistada pelo Afrika Korps alemão. O Exército alemão consegue abrir uma brecha nas defesas de Sebastopol

25. 

Em Portugal:
Num discurso radiodifundido, Salazar critica os regimes liberais e a sua aliança com a União Soviética na luta contra as potências do Eixo.

26. Rommel é promovido a marechal de campo.

28. Os britânicos recuam para a área ao redor de El Alamein. Os alemães contra-atacam na  região de Kursk.

30. As forças de Rommel chegam a El Alamein.

 

Julho

3. Os países do Eixo declaram que respeitarão a independência do Egipto depois da sua «libertação» do protectorado britânico. Sebastopol é conquistada após uma defesa tenaz.

4. O comboio PQ-17 é atacado por forças aéreas alemãs, sendo obrigado a dispersar, perdendo 23 navios devido aos ataques de submarinos e da aviação.

Em Portugal:
O médico Ferreira Soares, militante do PCP, é morto a tiro, no seu próprio consultório em Espinho, pela Polícia de Vigilância e Defesa do Estado. 

12. Forças australianas chegam a Kokoda.

21. O general americano Leahy é nomeado chefe do Estado Maior.

28. Os alemães  capturam Rostov.

31. O Exército alemão atravessa o rio Don numa frente de 240 quilómetros.

 

Agosto

Em Portugal:
Uma delegação da Mocidade Portuguesa e da Mocidade Portuguesa Feminina visita a Alemanha.

4-9. O general von Paulus, á frente do 6.º Exército alemão, começa o seu avanço em direcção a Estalinegrado.

7. Fuzileiros-navais americanos desembarcam em Guadalcanal e Tulagi.

9. Batalha da ilha de Savo. Os alemães ocupam Krasnodar e Maykop, no Cáucaso.

11. Ataques ferozes contra o comboio britânico "Pedestal".

12. Primeira Conferência de Moscovo. Churchill e Estaline discutem a abertura de uma 2.ª Frente. O cruzador britânico Cairo é afundado no Mediterrâneo.

13. Montgomery toma o comando do 8.º Exército. O cruzador Manchester é afundado.

17. Os alemães formam uma testa-de-ponte na península de Kuban.

18-19. Forças britânicas e canadianas atacam Dieppe sofrendo perdas pesadas.

20. Os alemães chegam ao rio Volga. Tropas de montanha alemãs - os Gebirjager - escalam o monte Elbrus. Aviões americanos chegam à base Henderson em Guadalcanal.

28. Combates duros em Estalinegrado. As forças japonesas são paradas na baía de Milne.

31. Começa a Batalha de Alam el Halfa.

 

Setembro

 3. Forças neo-zelandesas atacam em Alam el Halfa.

7. As forças japonesas retiram da baía de Milna.

9. Início do recrutamento militar alemão na Alsácia-Lorena anexada.

17. As forças japonesas são paradas em Ioribawa na Nova Guiné.

25. Aviões da RAF realizam um ataque a baixa altitude contra o quartel-general da Gestapo em Oslo.

26. Os australianos contra-atacam na Nova-Guiné.

 

Outubro

11-12. Batalha do cabo Esperance ao largo de Guadalcanal

14. Forças australianas encontram forte resistência em Kokoda, na Nova-Guiné. O cruzador Coventry é afundado no Mediterrâneo.

23-25. Batalha terrestre em Guadalcanal.

23. Começo da Batalha de El Alamein.

25-26. Batalha de Santa Cruz. O navio americano Hornet é afundado.

25. A ofensiva britânica em El Alamein aumenta de intensidade.

26. Combates duros em Estalinegrado.

27. O 8.º Exército britânico reagrupa-se para tentar a rotura definitiva em El Alamein.

30. As forças australianas renovam os ataques em El ALamein.

 

Novembro

1. Combates duros em Guadalcanal.

Em Portugal:
Eleições para a Assembleia Nacional. Só se apresenta à votação  lista única da União Nacional.

2. A operação «Supercharge» (super carga) tem início em El Alamein. Forças japonesas desembarcam em Tetere.

4. Começo da retirada das forças do Eixo de El Alamein.

5.

Em Portugal:
O regime exprime preocupação, por meio de uma nota-oficiosa, pela onda grevista começada em Outubro na Companhia de Carris de Ferro de Lisboa e que chega a congregar 20.000 trabalhadores

8. Início da Operação «Torch»: forças aliadas desembarcam na Argélia, Marrocos. O presidente Roosevelt fala pela rádio aos franceses.

8-9. Resistência francesa aos desembarques em Casablanca e Orã.

11. Forças do Eixo invadem a França Livre. O Incidente Darlan: o almirante francês Darlan aceita cooperar com os Aliados.

19. O Exército Vermelho inicia a ofensiva de Inverno atacando Estalinegrado num movimento de pinça ao redor de Estalinegrado.

23. O 6.º Exército alemão é cercado em Estalinegrado.

27. Forças alemãs entram em Toulon. A armada francesa é afundada de acordo com planos prévios.

28. A ofensiva soviética liberta grandes áreas da Rússia.

 

Dezembro

Em Portugal:
É criado em Lisboa o Núcleo de Doutrina e Acção Socialista em que se destacam José e Vitorino Magalhães Godinho, Gustavo Soromenho, António Macedo, Mário Cal Brandão, Artur Santos Silva e Paulo Quintela.

2. O professor Fermi põe em funcionamento o reactor atómico de Chicago. Lord Beveridge apresenta o seu relatório sobre a Segurança Social no Reino Unido.

9. A 1.ª Divisão de Fuzileiros navais americana é socorrida em Guadalcanal.

12. O Exército alemão inicia um contra-ataque para socorrer Estalinegrado.

13. Rommel retira de El Agheila.

18. Tropas australianas e americanas combatem duramente na Papua Nova-Guiné. O contra-ataque alemão na Rússia, dirigido por von Manstein, é parado.

24. O almirante Darlan é assassinado.

28. Hitler aceita retirar o Grupo de Exércitos «A» do Cáucaso.

 

Página anterior:
«1941» Página de entrada:  
«A 2.ª Guerra Mundial» Página seguinte: 
«1943»

Fonte principal:

Peter Young (editor)
World War II,
Londres, Orbis, 1974 (ed.original, 1966)

António Augusto Simões Rodrigues, 
História comparada. Portugal, Europa e o Mundo: Uma visão cronológica,
Lisboa, Temas & Debates, 1997

| Página Principal |
| A Imagem da Semana | O Discurso do Mês | Almanaque | Turismo histórico | Estudo da história |
| Agenda | Directório | Pontos de vista | Perguntas mais frequentes | Histórias pessoais
| Biografias | Novidades | O Liberalismo | As Invasões Francesas | Portugal na Grande Guerra |
| A Guerra de África | Temas de História de Portugal
| A Grande Fome na Irlanda | As Cruzadas
|
A Segunda Guerra Mundial | Think Small - Pense pequeno | Teoria Política |

Escreva ao Portal da História

© Manuel Amaral 2000-2010